COBERTURA DE NUVENS E O CLIMA GLOBAL.

Thiago Maia Blog

Luiz Carlos Baldicero Molion

O Projeto Internacional de Climatologia de Nuvens por Satélite (Sigla em Inglês ISCCP) mostra que, desde o início da análise dos dados até 1999/2000, a cobertura de nuvens global reduziu de 5% (Figura 1). O albedo planetário é a fração do fluxo de radiação solar que é refletida (rejeitada) pelo planeta para o espaço exterior e, consequentemente, não participa dos processos biogeofísicos que nele ocorrem. O albedo planetário atual é cerca de 30%, sendo a cobertura de nuvens responsável por metade (15%) desse percentual. Segundo Trenberth et al (2009), incide no “topo” da atmosfera do planeta um fluxo médio de 341 W/m2 dos quais 102 W/m2 são refletidos para o espaço.

cobertura de núvensFigura 1. Variação temporal da cobertura de nuvens global (Fonte de dados: ISCCP)

Desses, portanto, 51 W/m2 são refletidos por nuvens. Considerando uma cobertura de nuvens inicial de 69% e o fluxo…

Ver o post original 536 mais palavras

Poluição mata 9 milhões por ano – isto sim, é emergência ambiental.

Thiago Maia Blog

Por: Geraldo Lino

A poluição em suas várias formas é responsável pelas mortes de pelo menos 9 milhões de pessoas por ano, principalmente, nos países em desenvolvimento, acarretando um custo econômico da ordem de trilhões de dólares, em um quadro que “ameaça a sobrevivência contínua de sociedades humanas”.

As conclusões são de um estudo da Comissão Lancet de Poluição e Saúde, da conceituada revista médica britânica The Lancet, divulgado no último dia 19 de outubro.

A poluição no ar, água, solos e locais de trabalho é responsável por doenças que respondem por uma em cada seis mortes em todo o mundo, mas o número pode ser ainda maior, devido ao impacto de muitos agentes poluentes ainda pouco estudados. As vítimas da poluição representam o triplo das mortes combinadas causadas pela AIDS, malária e tuberculose, e 15 vezes o número de vítimas de guerras e outras formas de violência.

“A…

Ver o post original 627 mais palavras

Ciclos solares e sua influência no clima – Parte 1.

Thiago Maia Blog

O Sol figura como o astro rei de seu sistema solar, pois além de manter a mecânica celeste do seu sistema, é responsável principal pela manutenção da diversidade da vida na Terra, pois sem sua energia não teria condições de sustentar a vida.

O nosso Sol, passa por ciclos em sua longa e ainda assim mediana vida e esses ciclos podem variar de alguns anos a milhares de anos, os mais conhecidos são:

Ciclo solar de Schwabe, que varia de aproximadamente de 11 anos alternando máximos e mínimos.

Ciclo de Gleissberg, o qual varia de um período de 80 a 90 anos, podendo chegar a 115 anos.

Ciclo de Suess, o qual varia de um período de 150 a 200 anos.

Ciclo de Hallstattzeit, o qual varia de período de 2.300 anos.

Ainda existe um ciclo em pesquisa, que a hipótese é que sua variação seja de 6.000 anos e…

Ver o post original 1.849 mais palavras