Religiões farão marcha pelo clima pela primeira vez no Brasil!

Aquecimento bobal em nome de Deus! Era só o que faltava!

Leiam o chamado abaixo:

Rio recebe marcha religiosa pelo clima pela primeira vez no Brasil

Jovens de toda a América Latina participarão do evento com cerimônia pela Baía de Guanabara no próximo dia 3 de maio.
Representantes do Candomblé, Umbanda, Anglicanos, Evangélicos, Budistas, Católicos, Islâmicos, Hare Krishna, Wicca, Movimento Inter Religioso e Grande Fraternidade Branca estarão presentes dia 3 de maio, na Marcha pela Baía de Guanabara. Ao todo 50 jovens de 17 países da América Latina, junto com lideranças religiosas de diferentes tradições, realizarão um ato público na cidade. O evento, aberto ao público, terá início às 14h com uma palestra gratuita sobre a Baía no Museu Histórico Nacional, de onde sairá a caminhada a partir das 17h. Após a marcha cada religião fará uso simbólico de águas, de acordo com sua cultura ou tradição, para pedir por mais cuidado com o ambiente e maior empenho no combate ao aquecimento global.
A Caminhada pela Guanabara integra a programação da Convergência Fé no Clima, organizada pelo o ISER, o GIP e o GreenFaith, junto com uma rede de instituições da América Latina.  A Convergência toda vai de 1 a 4 de maio e visa formar lideranças religiosas latinoamericanas que já atuam como mobilizadores e protagonizam iniciativas em suas comunidades, dentro do complexo tema das mudanças climáticas.
As lideranças religiosas confirmadas que participarão da mesa internacional são:
– Babalorixá yorubano Kola Abimbola, da Nigéria, professor da Howard University;  Pastora Presbiteriana Neddy Astudillo, dos Estados Unidos;
– Reverendo Fletcher Harper, Pastor Episcopal dos Estados Unidos, diretor executivo da ONG GreenFaith;
– Mãe Beata de Yemonjá – Iyalorixá do Ilê Omi Ojuarô;
– Pastor Evangélico Ariovaldo Ramos;
– Mãe Flávia Pinto Sacerdotisa de Umbanda Sacerdotisa e fundadora do Terreiro de Umbanda Casa do Perdão​;
– Monge Budista Lama Padma Santa – Fundador do Instituto Caminho do Meio – (CEBB) – A confirmar
Além dessas lideranças, estarão presentes também a teóloga metodista Nancy Cardoso Pereira; o Frei Franciscano Alamiro Andrade; o representante da comunidade islâmica Samir Ahmed Isbelle; a líder Hare Krishna Raga Bhumi; Og Sperle da União Wicca do Brasil; Maria das Graças Nascimento, do Movimento Inter Religioso; e Wanda Linhares, da Grande Fraternidade Branca.
Assistam  ao vídeo abaixo:

 

Anúncios

COP 21: O dia que a Ciência morreu.

FakeClimate

cop21-paris

Por WILLIAM M BRIGGS, publicado em 12 de dezembro de 2015

Presidente Hollande, da França, foi ao microfone e, com grande Soberba Gaulesa, anunciou: 12 de dezembro de 2015 será um dia que viverá em “infâmia”. Ou talvez tenha sido para a “história.” É difícil dizer dado que honradamente estava bastante animado quando falou, vendo que o mundo tinha acabado de ingressar em um memorável acordo para passar o máximo de seu dinheiro, que for humanamente possível, para prevenir o que não pode ser prevenido.

Então faça a sua escolha: infâmia ou história. De qualquer forma, esta data fatídica será lembrada como o Dia em que a Ciência Morreu.

Ver o post original 844 mais palavras

Lavagem cerebral!

Isso é um absurdo! Olha o que o governo faz com o material didático de nossas crianças!

Leiam! Sem pé nem cabeça, uma lógica falsa, uma Física do impossível e só terrorismo climático!

Image8

Lá diz que se o gelo aquecido derrete! Bom, para uma geleira de temperatura mínima de – 20 ºC derreter, teria que no mínimo a temperatura ambiente, sem maior que 0 ºC!

Na cartilha também diz que se derreter iceberg, irá aumentar o nível dos oceanos! Todo o volume do líquido deslocado, já está inserido! Gelo dentro de um líquido, não altera o seu volume! (Estude Empuxo)

É um verdadeiro terrorismo e uma lavagem cerebral com nossas crianças! Fiquem atentos, pois a mídia é bem tendenciosa!

A falácia do “desenvolvimento sustentável”!

11407088_917896968269853_4213402285255047471_n

” O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem as suas próprias necessidades.” (Melo, 2006:24).

Lindo discurso! Só que as necessidades das pessoas do presente, ainda não foram atendidas!

Desafio a qualquer um do meu face, de esquerda, comunistas, de direita, ambientalistas, ou qualquer um que concorde com essa falácia de “desenvolvimento sustentável”, que digam como isso pode ser feito? Duvido alguém conseguir, pois simplesmente não EXISTE!

Isso é uma forma de manter os países em desenvolvimento e subdesenvolvidos, dependente dos desenvolvidos! Neo colonialismo!